...com alma, com gentes, com sabores, com sensações, com saudades...

sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Casadas com violência

A Visão de ontem alerta-nos para uma das mais dramáticas realidades que se esconde no seio das famílias – a violência.

«Todas as semanas, em Portugal, uma mulher é morta pelo homem com quem vive. Histórias dramáticas de quem não festeja o Dia dos Namorados».

É nesta penumbra, sob a alegada brandura dos nossos costumes, perante o silêncio cobarde e a insensibilidade de muitos, que a tragédia acontece e, muitas vezes, fica impune.

«Entre marido e mulher não metas a colher» é um adágio profundamente reaccionário, fruto de uma cultura que discrimina metade da humanidade, que a obriga a pagar um pesado ónus e nunca mais a absolve do «pecado original».

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial