...com alma, com gentes, com sabores, com sensações, com saudades...

segunda-feira, maio 08, 2006

O que te vão fazer "velho mercado"

Uma vez mais na ignorância.

À pergunta “o que vão fazer aqui no mercado velho?”, ninguém me responde (continua a Miuzela apática que nem o estrondo da queda do pinho redondo soube acordar). Será que não devemos ser informados do que se pretende fazer ao velho mercado? Não devem os responsáveis políticos dar, por aviso público, em reunião da assembleia aberta ao público, outra maneira que agora não me ocorre, conhecimento aos miuzelenses das suas intenções para aquele espaço? Ou essa parte fica apenas para os momentos pré-eleitorais em que se anda na caça ao voto.

Se a minha presença é incómodo, então que convoquem a reunião para o meio da semana, assim terão a certeza que não irei, mas ao menos o povo ficará a saber das coisas.

Dirijo-me também aos elementos da assembleia que foram eleitos pelo partido minoritário, que com o poder que lhes confere a al. b) do n.º 1 do artigo 14.º da lei das autarquias locais, podem solicitar, ao presidente da Assembleia de Freguesia, convocação de uma sessão extraordinária de esclarecimentos aberta ao público.

A juntar a tudo isto, não sei se foi feito um estudo de impacto ambiental, para aferir da influência que terá para o ecossistema da Miuzela o rebentamento (não sei se vai haver este rebentamento, ainda não me informei acerca disso) daquela laje histórica (escrevi esta parte apenas para alertar a Quercus para este facto…:o).

O meu sonho sempre foi ver naquele espaço, um anfiteatro natural escavado na laje (rocha), pois a sua inclinação assim o dá a entender. Um local para espectáculos de teatro e dança, palestras e outras actividades ao ar livre (ou com uma coberta para os devidos efeitos). Ao seu sopé um conjunto de mesas e cobertas, que desse para se jogar à sueca, dominó ou xadrez, dar um, conviver, em suma passar um bom bocado.

Como a vontade, não de parte dos órgãos responsáveis, lá irei eu pedir novamente esclarecimentos ao presidente da freguesia, das 14:00 às 15:00 h, terças, quintas e sábados (se lá estiver…claro).

Devo ser eu que sou um eterno sonhador… paciência.












6 Comentários:

Blogger ...a tua voz... disse...

Para quê tanto alarido? Sabe muito bem que é uso comum a populaçao da miuzela ser comunicada de tudo o que se passa na nossa capital...por isso talvez ainda ñ se saiba o q vai ser feito por mero esquecimento dos autarcas em comunicar isso...pq nesse aspecto esse pessoal trabalhador nunca falhou....por isso será de prever q numa qualquer das muitas reunioes publicas q custumam haver toda a gente seja informada de quais as ambiçoes e projectos de que será alvo a nossa grande terrinha! Ou entao, espera! será q vai ser uma surpresa para todos os miuzelenses como se de um presente se tratasse e apenas se saberia no dia de aniversario...pode muito bem ser isso! Pq se há algo a q o povo da mz está habituado é a surpresas...daquelas q se veêm com os olhos fechados e se abrem com o maior dos espantos!
Chego a pensar que ninguem tem nada a ver com o q se passa na miuzela...pensarei? ou terei certeza? bem...talvez seja mesmo uma certeza...! E nada melhor q ver as coisas feitas sem q nada se saiba...o impacto é maior e dá ideia de que realmente alguem se preocupa com a miuzela...
Coragem...e garra é o q é preciso e nao se preocupem com "maricadas" pq os telhados de vidro veêm-se ao longe...façam-me um favor sejam felizes e saibam ser justos...

12:35 da tarde

 
Anonymous Rui Quinaz disse...

Do pouco tempo que tenho do que resta da minha hora de almoço decidi também opinar qualquer coisa. Não pretendo que esta opinião mude tudo, até porque isso não se consegue em 7 minutos, mas enquanto escrevo desabafo um pouco... Há muito que tenho vindo a reparar que a nossa terra se está a demoronar em grande velocidade e é certo que é preciso fazer alguma coisa. Quem tem a responsabilidade de se mexer??? Em primeiro lugar os que estão à frente das instituições (sem dúvida) mas também todos os outros... Desde há muitos anos que a Miuzela sempre teve grandes talentos (e não falo em grandes talentos como alguém famoso, mas sim alguém que dá o seu contributo por amor à terra), mas também é certo que com o evoluir da sociedade a desertificação se faça sentir e depois, esse "Miuzela Arriba" começe a ficar mais distante.O importante passa a ser a vida que nos dá sustento.
Tão bem que me lembro nas sextas-feiras à noite a Avenida cheia de gente e os fds tanto com pessoas que moravam perto como também que moravam longe. Hoje em dia, as sextas feiras à noite são marcadas por um ou dois bêbados (eu também me incluo de vez em quando, eheh). Não faço ideia o que vai sair dessas obras do mercado...soube por aqui que vai haver obras...já ouvi falar num pavilhão (não sei) mas uma coisa é certa, se isso vier dar mais movimento à terra ficarei muito agradecido e deixem a Quercus fora disso que esses não sabem o que è gritar "Miuzela Arriba" com a força de 1000 homens. Cumprimentos a todos os miuzelenses e espero não ofender ninguém (não é essa a intenção). Rui Quinaz*

2:13 da tarde

 
Anonymous José Gonçalves disse...

não digo que as coisas não devam ser feitas... mas porque aquele local? não há um melhor? não há ideias alternativas?

3:53 da tarde

 
Anonymous Anónimo disse...

Ideias há muitas, trabalho vejo pouco.
Vão cavar terra para batatas que pelo menos assim alguma coisa farão...

7:26 da tarde

 
Blogger goretti disse...

do mercado....k façam um anfiteatro

2:53 da tarde

 
Blogger sedrul disse...

tal e qual deve ser no dia de são nunca a tarde lllloooolll

11:56 da tarde

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial